AB Rodofort, de Sumaré, compra massa falida da Guerra S.A

Pinterest LinkedIn Tumblr +

A AB Rodofort S.A Implementos Rodoviários, empresa situada em Sumaré (SP), enviou comunicado aos distribuidores informando que no dia 22 de março, durante leilão da massa falida da Guerra, ofertou o maior lance para aquisição de todas as plantas.

“Desde algum tempo viemos trabalhando em prol de uma possível expansão fabril, e a planta de Caxias do Sul passou a ser fonte de desejo e possibilidade”, diz o informativo comercial.

Ainda de acordo com o comunicado, após a validação da juíza, que poderá demorar em torno de 10 dias, a AB Rodofort dará “vida a uma marca que por longos anos performou entre as maiores fabricantes de implementos rodoviários do Brasil e da América Latina.

A AB Rodofort é fabricante de implementos rodoviários: reboques, semirreboques, bitrens e rodotrens e atua nas categorias de furgões, lonados (sider), carga secas, porta-contêineres e projetos especiais. A empresa dispõe de um parque industrial em Sumaré de 60.000m².

A Guerra S.A Implementos Rodoviários, de Caxias do Sul (RS), teve falência decretada em 8 de novembro de 2017. Desde a metade do ano de 2015, a Guerra encontrava-se em recuperação judicial, mas nunca houve acordo entre os sócios majoritários e minoritários para o encaminhamento de solução. Com a rejeição da proposta, a decisão pela decretação da falência coube ao Poder Judiciário.

Atualização

Com a validação do processo de compra da massa falida da Guerra S.A anunciada, a diretoria da Rodofort já tem data para desembarcar em Caxias do Sul. Será no próximo dia 6 de abril, quando os executivos da empresa cumprem uma agenda de reuniões com o Poder Público e com empresários locais.

Marcos Guerra anuncia a Estrada Implementos

No mesmo dia do anúncio da AB Rodofort, em vídeo postado no YouTube, o filho do fundador e ex-diretor da Guerra S.A Marcos Guerra apresentou a Estrada Implementos Rodoviários, focada na fabricação de cabines, carrocerias e reboques para caminhões. “A fusão entre a experiência no ramo e a inovação. Uma empresa nova formada por colaboradores com mais de 50 anos de experiência no mercado nacional e internacional, aliando tecnologia e resistência no segmento”, afirma Marcos Guerra no vídeo. Ainda de acordo com o empresário, a nova empresa, com sede em Caxias do Sul, muito em breve contará com uma extensa rede de concessionárias para venda e pós-venda em todo o território nacional.

Texto: Marta Guerra Sfreddo
Compartilhar.

Sobre o Autor

Formada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo - pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), especializada em Comunicação Organizacional pela Universidade de Caxias do Sul e licenciada em Letras pela UCS.

1 comentário

  1. Lamento sempre que acontece a falência de qualquer empresa, pois os danos colaterais são sempre inevitáveis tanto aos proprietários quanto a colaboradores, fornecedores, clientes, governo e sociedade em geral. Porém no caso da Guerra ser sucedida pela Rodofort e seu ex proprietario fundar nova empresa isso ameniza os danos e seguramente o progresso tem sua continuidade. Vamos torcer pelo sucesso de todos com a certeza de que os benefícios serão de grande valia.

Deixe uma resposta