Alunos do Cetec prontos para conquistar reconhecimento nacional e internacional

Nesta nesta quinta-feira (19), será dada a largada à participação de estudantes do Cetec – escola de Ensino Médio e Profissionalizante mantida pela FundaçãoUniversidade de Caxias do Sul (RS) – premiados na 11ª Mostra Científica e Tecnológica de Ensino Médio e Técnico e da 2ª Mostra Científica e Tecnológica Júnior de Ensino Fundamental, representarem a escola em eventos científicos de nível regional, nacional e internacional.

Nos próximos dois meses, 30 alunos do Cetec apresentarão seus projetos em quatro mostras e feiras científicas diferentes. O primeiro grupo viaja para Lajeado (RS). Dois projetos, de seis alunos de Ensino Fundamental e Médio, serão apresentados nos dias 19 e 20 de outubro, na 5ª Feira Estadual de Ciências Univates.

Na semana seguinte, a viagem será para a 11ª Feira Brasileira dos Colégios de Aplicação e Escolas Técnicas (Febrat), evento científico promovido pelo Centro Pedagógico da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em Belo Horizonte (MG), entre os dias 23 e 25 de outubro. Buscam premiação na Febrat três projetos de sete estudantes do Cetec.

Enquanto uma turma está em Minas, outro grupo parte rumo a Novo Hamburgo (RS) para a Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec). De todas as feiras que os estudantes do CETEC participarão, esta é a que terá a maior delegação da escola, com 14 alunos e seis projetos. Em outras edições, projetos da escola foram credenciados para mostras internacionais na Tunísia e Colômbia.

O mês de novembro será dedicado para mais uma viagem de longa distância, a Londrina, no Paraná, sede da Feira de Inovação, Ciências e Tecnologia do Brasil (Fitec), promovida de 16 a 18 de novembro. Três alunas vão carregar o nome da instituição.

“É a maior representação de estudantes em mostras externas desde que a instituição implantou o programa Cetec Ciência em 2014, que incentiva a participação de alunos em mostras científicas”, destaca o professor Gustavo Rubbo Siqueira, coordenador do projeto.

A diretora do Cetec, Ana Cristina Possapp Cesa, ressalta o investimento feito pela instituição nesta área:

“O incentivo à ciência na escola contribui, não só para a solução de problemas locais, como também para a pesquisa que auxilia a resolver problemas de relevância social com resultados que podem ser replicados para outras situações além das nossas fronteiras”, explica a diretora.

A estudante Júlia Molon Zilli, do 2º Ano, é uma das alunas que vai participar da Febrat junto com as colegas de grupo para apresentar a análise que fizeram do potencial de resíduos da vitivinicultura para produção de biogás. No ano passado, ela participou da Mostra Científica e Tecnológica das Escolas de Ensino Médio e Fundamental da Serra Gaúcha (Mostraseg), mas esta será a primeira vez que irá tão longe, não só com os projetos científicos, como também geograficamente.

“O máximo que fui foi para São Paulo. Pretendo representar o Crtec e voltar com novos aprendizados que me possibilitem o crescimento na minha vida acadêmica”, adianta a estudante do Cetec.

Divulgação: Assessoria de Comunicação Cetec

About Author

Avatar photo

Formada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo - pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), especializada em Comunicação Organizacional pela Universidade de Caxias do Sul e licenciada em Letras pela UCS.

Leave A Reply