Caxias do Sul ganha maior hub de inovação do RS

Pinterest LinkedIn Tumblr +

A OCA Brasil Innovative Hub dobra de tamanho e amplia capacidade de conexão entre empreendedores

Por Marta Guerra Sfreddo

João Sebben e Danillo Sciumbata estão à frente da OCA Brasil

Segundo polo metalmecânico mais importante do país, Caxias do Sul já pode orgulhar-se de outro título de peso para a economia local. O município sedia o maior hub de inovação privado do Rio Grande do Sul em metros quadrados e em rede de membros.  Com apenas 15 meses de operação, a OCA Brasil Innovative Hub dobrou de tamanho e inaugurou em 17 de dezembro de 2018 a ampliação dos atuais 1.400 m² para 2.500m² em um prédio próprio de seis andares, localizado no coração da cidade, que privilegia ambientes criativos e inspiradores. Entre 350 e 400 pessoas circulam diariamente pelas instalações da OCA Brasil, estabelecendo uma dinâmica interação de negócios.

Com o investimento, que somou mais de R$ 2 milhões, a plataforma aumentou sua capacidade para abrigar 70 empresas residentes – antes eram 40 – e 130 posições de coworking – antes eram 45, além de espaços de convivência, salas de reuniões, escritórios personalizados, células de inovação, espaços para eventos, academia e cafeteria. Empresas como Randon, Soprano, Metadados, PCB Connect, rede Marktplace, DB Server, Uber e Santander são algumas das organizações com células sediadas na OCA Brasil e que relatam até 80% a mais de produtividade nas rotinas operacionais das equipes que lá trabalham, além de networking qualificado e bem-estar no trabalho.

“Para muito além de ser o espaço físico que hoje abriga o Instituto Hercílio Randon, a OCA nos conecta com diversos atores dos ecossistemas de inovação, como startups, empresas, aceleradores e consultorias país afora. Essa troca de experiências é riquíssima para que o Instituto se conecte com iniciativas que possam de fato trazer mais inovação para as Empresas Randon”, revela o diretor-executivo do Instituto Hercílio Randon, Fábio Makita.

Quem também criou uma base avançada na OCA Brasil para abrigar todas as startups da Região da Serra foi a Ventiur, a maior aceleradora do Vale dos Sinos e uma das principais do Rio Grande do Sul. Sob o seu guarda-chuva estão, por exemplo, startups como ‘Minha Escola’ e ‘Studio 360’.

Organização passa a ocupar prédio próprio de 2,5 mil m²

“Esse investimento, com infraestrutura e serviços de ponta, poderia estar em qualquer lugar do Brasil, mas escolhemos Caxias do Sul porque temos o sonho de colocar a cidade no mapa dos principais ecossistemas nacionais de inovação, a exemplo do que já acontece com São Paulo, Florianópolis e Recife, e porque acreditamos na absurda capacidade empreendedora desta comunidade”, revela um dos sócios e head de Cultura da OCA Brasil, o paulistano Danillo Sciumbata, há seis anos morando em Caxias do Sul e que tem sólida formação e experiência na área, em instituições no país e no exterior. O outro sócio da plataforma é o caxiense João Sebben que possui sólida experiência no ramo imobiliário.

A OCA Brasil, explica Sciumbata, é um espaço de conexões e conteúdo que atua para que empresas e pessoas cresçam juntas. “Nosso trabalho é conectar empresas com investidores, aceleradores, startups e oferecer toda a estrutura para o empreendedor tirar sua ideia do papel de maneira sustentável. Operamos como um hub de conexões entre pessoas, empresas e o universo da inovação”, enfatizou o CCO. Toda esta estrutura é apoiada por um time de colaboradores, chamados de community managers.

Programas gratuitos para a comunidade

Em outro pilar do negócio, a OCA Brasil apoia programas abertos e gratuitos à comunidade, como, por exemplo, os cursos de programação de computadores para crianças na faixa etária entre 9 e 12 anos. Além disso, fomenta palestras, meetups e workshops para troca de experiências e compartilhamento de conhecimento. Trata-se de uma agenda de eventos voltada para a cultura da inovação, que engloba ainda oito programas inspirados no Cubo Itaú, de São Paulo, considerado o maior e mais relevante centro de empreendedorismo da América Latina. “São programas que geram valor e permitem que a comunidade possa se relacionar com esse universo novo do trabalho e do empreendedorismo digital”, comenta com entusiasmo.

Unidade em Porto Alegre

A inauguração da nova fase da OCA Brasil em Caxias do Sul ocorreu em paralelo com a construção de uma unidade em Porto Alegre, inaugurada em 9 de maio de 2019, e localizada no Bairro Moinhos de Vento. A plataforma ocupa 4.500m² de área total e tem como objetivo incluir a Capital nesse movimento que já se espalhou pela Serra gaúcha. Foram investidos R$ 5 milhões para dotar a unidade com capacidade para abrigar mais de 100 empresas. “Queremos ser um polo de transformação cultural no Rio Grande do Sul para facilitar a vida do empreendedor e gerar desenvolvimento por meio da inovação, pesquisa e tecnologia de ponta”, sustenta Danillo Sciumbata.

Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe uma resposta