Concerto de Moda da Serra Gaúcha lança edição outono/inverno

O Concerto de Moda da Serra Gaúcha (CMSG) retorna com sua terceira edição, a primeira focada nas temporadas de outono e inverno, marcada para 15 e 16 de junho de 2024 no Pátio Eberle, em Caxias do Sul (RS). Esta edição enfatiza a moda como um elemento cultural, ultrapassando sua função tradicional de consumo. O evento também fará parte do calendário oficial de aniversário de 134 anos do município.

Diferenciando-se por seu enfoque cultural, o Festival CMSG busca transformar a percepção pública sobre moda, apresentando-a como um fenômeno cultural que reflete tradições e inovações regionais. A programação é projetada para envolver tanto a comunidade local quanto visitantes em uma experiência mais profunda com a moda. O festival, que atraiu 6.000 visitantes e contou com 30 marcas, na última edição, promete ser uma celebração ainda mais rica e envolvente da moda como cultura.

“Consumo é apenas uma parcela da moda. Para a maioria da população, a moda remete apenas a compras direcionada a um público muito específico e para um público muito específico. Nosso evento tem o objetivo de democratizar à moda em nossa cidade, mostrando que ela é para todos e que significa também o desenvolvimento social, por meio de cultura e economia”, explica o idealizador e diretor do CMSG, Raul Cardoso. A exemplo da desmistificação do segmento, a última edição utilizou como palco dos desfiles a principal rua de Caxias do Sul, Sinimbu.

Na contramão dos calendários de moda nacionais e internacionais, e comprometidos com o viés cultural da moda e a perspectiva da sustentabilidade, o Festival CMSG promove uma edição de outono/inverno que, transcende o compromisso de apresentar coleções novas, visa proporcionar experiências de moda por meio das marcas e da indústria da moda para aproximar a população deste universo. “Sabemos que os calendários de moda impulsionam o viés do consumo, acelerando as produções de coleções que, rapidamente, perdem a validade no mercado. Essa lógica prejudica marcas e carimba prazos de validade em produções incríveis, afastando o consumidor das criações. Ao falarmos de outono/inverno em junho, mês em que coleções de verão já estão despontando no varejo, nós buscamos declarar que produtos e produções de moda não possuem uma validade tão abreviada. Aqui, no CMSG, propomos com o calendário, um olhar mais crítico sobre os prazos estabelecidos pela indústria da moda“, propõe o diretor.

Hoje, a moda desempenha um papel elementar para o desenvolvimento da Serra Gaúcha. Dezenas de indústrias têxteis empregam milhares de pessoas que, com criatividade e talento de sobra, dão forma a trabalhos que se destacam em todo o Brasil e fora dele. A própria edição de outono/inverno revela uma necessidade do mercado. “Após a última edição, tivemos a demanda das marcas locais para uma temporada de outono/inverno. A Serra Gaúcha acaba sendo o único polo brasileiro que consegue, efetivamente, representar e traduzir o lifestyle dos dias frios. Diante desta realidade, avaliamos a possibilidade de ampliação do Concerto de Moda em duas edições ao ano”, completa Raul.

Além das atividades programadas relacionadas diretamente à moda, o evento também é um marco para o lançamento oficial do selo Caxias Criativa, proposta apoiada pelo programa do governo estadual “RS Criativo” que busca desenvolver iniciativas que promovam a economia criativa na região. Para a ocasião, o selo será representado em oficinas gratuitas (veja lista de atividades abaixo). “O Concerto de Moda é um exemplo de que a união de diversas áreas permite a construção da cidade e a qualificação de todo o segmento”, reforça a vice-prefeita de Caxias do Sul Paula Ioris.

O Festival CMSG promove um mix de designers de moda, entre marcas autorais, moda sob medida, marcas de brechó e upcycling, e grandes marcas já consolidadas no varejo. Aqueles que seriam vistos como “concorrentes” atuam como verdadeiros agentes de integração, trabalhando em prol do desenvolvimento da cultura da moda da Serra Gaúcha. As marcas da região ganham espaço nos desfiles e também na feira autoral Le Marché Chic, parceira do evento.

Já estão confirmadas as presenças das seguintes marcas: Biamar, Montefina, Melissa, Ana Dotto Atelier, Izabel Peteffi Basso, Martina Cambruzzi, Rachi Vanin, B.Bag, Maria Pagú e Carla Carlin. Empresas e profissionais interessados em participar da programação ainda podem se inscrever. Basta acessar este link.

Programação do Concerto de Moda será expansiva e diversificada

Desfiles de moda serão o destaque, cada um dedicado a uma cantora brasileira emblemática, com marcas representando diferentes segmentos da indústria:

  • Leci Brandão – Foco em upcycling e brechós.
  • Clara Nunes – Representação de marcas de varejo.
  • Elza Soares – Apresentação de marcas autorais.
  • Elis Regina – Especialização em moda sob medida.
  • Rita Lee – Introdução de moda masculina, uma novidade para o evento.
Divulgação: Assessoria de Imprensa Concerto de Moda da Serra Gaúcha

About Author

Avatar photo

Formada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo - pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), especializada em Comunicação Organizacional pela Universidade de Caxias do Sul e licenciada em Letras pela UCS.

Leave A Reply