Mais brasileiros vivendo no exterior: quais os principais destinos e motivos

Você sabia que a população de brasileiros vivendo no exterior alcançou seu maior recorde no ano passado? Com 4,5 milhões de pessoas e contando, a comunidade expatriada brasileira é maior do que toda a população do Uruguai e do Panamá, e seria o 13º estado mais populoso do Brasil. Só entre 2012 e 2022, mais de 2,6 milhões de brasileiros mudaram-se para outro país por motivos profissionais, de aposentadoria ou familiares. Então, para quais países eles se mudaram e por quê? Neste conteúdo, a Mauve Group examinará os principais destinos para expatriados brasileiros e os fatores-chave que os tornam tão atraentes como impostos, vistos, cultura, oportunidades de emprego, idioma e clima.

Estados Unidos

Com quase dois milhões de brasileiros, os Estados Unidos possuem, de longe, a maior comunidade de expatriados brasileiros. No entanto, embora os EUA continuem a ser um destino atraente por muitos motivos, não é o país mais fácil para os brasileiros emigrarem. Por outro lado, a presença de grandes comunidades brasileiras em estados como Flórida, Nova York e Califórnia, a chance de realizar o ‘sonho americano’ e ganhar em dólar, e a cultura globalmente reconhecida dos Estados Unidos tornam este um destino muito popular para aposentados mais ricos, profissionais altamente qualificados (especialmente nas indústrias de STEM e TI, já que o país recruta ativamente imigrantes para preencher lacunas de habilidades) e estudantes com boas condições financeiras.

Alemanha

Para os brasileiros em busca do melhor mercado de trabalho, a Alemanha é o motor da economia europeia e costuma ter mais vagas de emprego do que a própria demanda. Além disso, o governo alemão oferece muitas oportunidades, como o Cartão Azul da UE para brasileiros qualificados em setores de alta demanda como TI, engenharia e saúde, seja para se estabelecerem a longo prazo ou até permanentemente no novo país de residência. Claro, aprender alemão pode ser um desafio para qualquer pessoa; no entanto, mais de 50% do país falam inglês, tornando-os o maior número de falantes não nativos da Europa. Cidades como Berlim, Munique e Frankfurt são populares entre expatriados do mundo todo por sua excelente infraestrutura, diversidade cultural e perspectivas de emprego. Além disso, a localização estratégica da Alemanha na Europa e suas ferrovias de alta qualidade oferecem acesso barato, rápido e fácil ao restante do continente.

Canadá

Com cerca de 122.000 residentes brasileiros, o vizinho mais ao norte e frio dos EUA pode não parecer uma escolha natural quando se trata de morar no exterior, mas o Canadá, agora, abriga mais brasileiros do que a França ou a Argentina, e ficou entre os três países preferidos pelos brasileiros trabalhando no exterior em 2020 e 2023. As razões para o Canadá se tornar uma opção mais atraente se devem à alta qualidade de vida, bem como aos sistemas de saúde e educação de classe mundial e, ao contrário dos Estados Unidos, políticas de imigração e visto acolhedoras. Embora os invernos mais rigorosos e a distância relativa do Brasil e da Europa possam não agradar a todos, o Canadá é o lugar perfeito para quem está em busca de diversas oportunidades de emprego, beleza natural e a chance de falar inglês e francês, além de programas específicos de trabalho e estudo para quem deseja ficar por lá de forma permanente. O Express Entry, por exemplo, é um sistema popular para profissionais qualificados que desejam se realocar.

Portugal

Para os cerca de 275.000 brasileiros que vivem lá – a segunda maior população de expatriados depois dos Estados Unidos – a combinação de língua compartilhada, proximidade cultural e opções de visto acessíveis fazem de Portugal um dos seus destinos preferidos. Com uma população envelhecida e a necessidade de aumentar sua força de trabalho, o país está ativamente buscando imigrantes, até mesmo dando tratamento especial aos vizinhos lusófonos, como o Brasil. Além disso, Portugal oferece várias opções de visto, incluindo o programa Golden Visa, que proporciona residência mediante investimentos significativos. Os brasileiros mais velhos também veem o serviço público de saúde de qualidade e o ritmo de vida mais tranquilo como fatores importantes por trás de sua popularidade como destino de aposentadoria. Ser parte da União Europeia e do continente também torna Portugal uma porta de entrada atrativa para a Europa tanto para negócios quanto para viagens.

Austrália

Assim como o Canadá, a Austrália tem se consolidado no radar dos expatriados brasileiros, especialmente quando comparado a destinos mais tradicionais na Europa, como Itália e Espanha. Mas, assim como o Canadá, a Austrália aumentou sua atratividade devido a uma combinação de alta qualidade de vida, oportunidades de emprego e políticas de imigração simples que oferecem várias opções de visto para imigração, residência e cidadania. Um destaque especial é o MOU Work and Holiday Maker, que permite que jovens brasileiros estudem e trabalhem por um ano, e a Skilled Occupations List, com centenas de vistos de trabalho disponíveis para brasileiros com especialização em determinadas profissões qualificadas. Embora existam cerca de 45 mil brasileiros vivendo atualmente na Austrália, este é um aumento significativo em comparação com apenas 7.500 em 2006. Outros motivos pelos quais mais brasileiros estão considerando a Austrália incluem a oportunidade de falar inglês e as semelhanças entre as duas culturas como o amor por esportes, praias e atividades ao ar livre, além de uma vida social vibrante.

Divulgação: Assessoria de Comunicação Mauve Group

About Author

Avatar photo

Formada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo - pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), especializada em Comunicação Organizacional pela Universidade de Caxias do Sul e licenciada em Letras pela UCS.

Leave A Reply