fbpx
Apex-Brasil inaugura na Fiergs escritório para a Região Sul
25 de setembro de 2019
Instituto Tânia Zambon promove em Gramado o Celebration Power Life
2 de outubro de 2019

Instituto Elisabetha Randon lança gibi “As aventuras de Raul & Nino”

Iniciativa faz parte das comemorações dos 70 anos das Empresas Randon - Crédito: Imagem 3 D/Divulgação Randon

O Instituto Elisabetha Randon (IER), responsável pelas ações de responsabilidade social das Empresas Randon, por meio do Programa Florescer, lança o gibi “As aventuras de Raul & Nino”. O evento para convidados ocorre no dia 3 de outubro, às 9h, na Casa da Cultura de Caxias de Sul (RS). A publicação faz alusão aos fundadores das Empresas Randon, os irmãos Raul e Hercílio, ambos já falecidos. Com inventividade e tino comercial, juntos construíram uma empresa com presença mundial e líder em seus segmentos de atuação, que em janeiro completou 70 anos. O gibi foi ilustrado por Charles Segat e por crianças do Programa Florescer, voltado a crianças e adolescentes. O texto é do jornalista Régis Vargas.

Para a diretora-presidente do IER, Maurien Randon Barbosa, filha de Raul e sobrinha de Hercílio (Nino), as situações retratadas na publicação são uma forma de disseminar entre crianças e adolescentes princípios e valores que nortearam a vida dos dois e, de certa forma, acompanham as Empresas Randon até hoje. “Raul e Hercílio tiveram uma trajetória reconhecida de empreendedorismo e de superação. Oferecermos esta publicação à sociedade é uma forma lúdica de perpetuar a história e estimular os jovens a não desistirem dos seus sonhos.”

Exemplares serão distribuídos aos beneficiários do Programa Florescer e escolas municipais

A tiragem comemorativa de 25 mil exemplares será distribuída aos beneficiários do Programa Florescer em Caxias do Sul e para as cinco franquias, sendo duas em Vacaria (RS) e as outras em Bento Gonçalves/RS, Ribeirão Preto/SP e Maringá/PR. Cinco escolas municipais parceiras do programa também receberão o gibi, além de todos os funcionários das Empresas Randon, em alusão ao Dia das Crianças.

Durante o lançamento do gibi haverá a apresentação da música “Randon 70 anos”. A letra foi criada pelo jornalista Régis Vargas especialmente para a ocasião, interpretada pela Orquestra Florescer, com os professores Rodrigo Maciel, Reginaldo Araldi e Damaris Gianni, e acordeonista Rafael De Boni. Os ilustradores-mirins entregarão exemplares ao público presente, após a sessão de autógrafos.

Idealizado pelo empresário Raul Anselmo Randon e uma das principais iniciativas de responsabilidade social do IER, o Programa Florescer supera os 5.490 atendimentos a beneficiários em 17 anos de existência, nos dois núcleos em operação em Caxias do Sul (RS) – Randon e Fras-le – e também 5.160 atendimentos fora de Caxias, nas franquias sociais Florescer.

“Meu pai sempre amou o Florescer, que continuará contribuindo para uma melhor formação dos nossos jovens,” comenta Maurien.

A publicação recria situações ocorridas na vida dos irmãos Randon, algumas relatadas no livro “Os olhos de quem vê” e também no documentário “Viver e Acreditar”. Os fatos narrados nestas obras foram livremente adaptados e roteirizados pelo jornalista Régis Vargas e ilustrados pelos beneficiários Bryan Borsatto da Costa, Mateus Leonel Rodrigues, Naiara da Silva dos Santos, Weslley Severo Pereira e Yonder Diogo Gonçalves, do Programa Florescer.

Entre as histórias contadas em “As aventuras de Raul & Nino”, destacam-se:

● Em Carrinho “no lombo”, Raul, que nasceu em 6 de agosto de 1929, e Hercílio, o Nino, quatro anos mais velho, nascido em 1925, formavam uma dupla inseparável nas brincadeiras de infância, principalmente em carrinhos de lomba, em Rio Bonito, SC.

● Em Inventando o freio a ar, uma salutar brincadeira de infância com o intuito de mostrar a capacidade do gênio criativo de Nino, que juntamente com Raul e um sócio, nos anos 50, desenvolveriam o freio a ar Randon, com tecnologia própria e sendo o mais eficiente da época.

● Em Aventura interrompida, mais uma aprontada dos meninos Raul e Nino, que, desconhecendo perigos, resolvem ir pescar no rio e também dormir acampados em barraca de lona improvisada.

● Em Passa, tempo!, o jovem Raul ganha a permissão dos pais de Nilva D’Agostini para namorar aos sábados à noite, na casa dos futuros sogros, em 1953. Daí a pressa em chegar logo o sábado para rever sua amada.

● Em Lua “sem mel”, Raul e Nilva se casam em março de 1956, mas nem conseguem festejar a lua-de-mel, porque há muito serviço na oficina e Nino resolve tirar férias no mesmo período.

● Em Serão com churrasco, Raul e Nino se veem em apuros, tantas são as encomendas de todo o Brasil entre os anos 50 e 60 para instalarem o freio a ar Randon. Como agradecimento ao esforço ofereciam churrasco à pequena equipe da Mecânica.

● Em A chegada das “mimosas”, o empreendedor Raul, diante do crescimento das empresas nos anos 90, decide investir em queijo de altíssima qualidade, tipo Grana, em sua empresa Rasip, em Vacaria. Para isso, importa dos EUA 130 vacas holandesas, que desembarcaram no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

Fonte: Assessoria de Imprensa das Empresas Randon
Marta Sfreddo
Marta Sfreddo
Formada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo - pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), especializada em Comunicação Organizacional pela Universidade de Caxias do Sul e licenciada em Letras pela UCS.

2 Comentários

  1. Que legal Marta, fiquei com vontade de ter um exemplar tb.. diverte e conta um pouco da história de Caxias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *