Interpump Brasil apresenta novo CEO e prepara crescimento nos negócios

Interpump Hydraulics Brasil, de Caxias do Sul/RS, tem um novo CEO: Lorenzo Atzeni, até então diretor Financeiro, função que vinha exercendo na empresa desde 2015. A companhia, que é líder na América Latina na produção de tomadas de força e detém entre 40% e 45% do mercado, prepara-se para ampliar negócios.

“Trabalhamos de uma forma estruturada e estamos prontos para crescer”, afirma o novo CEO. “E o segredo é engajar as pessoas para alcançarmos todas as metas”, acrescenta.

No ano passado, a Interpump Brasil apresentou um faturamento de R$ 122 milhões, e a intenção é alcançar R$ 135 milhões em 2024, ou seja, alta de 10%, a partir de novos negócios, principalmente na Divisão de Guinchos.

A novidade para a Divisão de Guinchos é o reposicionamento de sua marca. A Osta, especializada na linha de guinchos para guindastes e movimentações de cargas, passa a ser chamada Takarada, referência do setor e que remete à história de sucesso da fabricante. Recentemente, a empresa lançou um novo produto no mercado, o guincho Samurai, que se somará ao portfólio da Interpump.

Novidades apresentadas a convidados na fábrica da Interpump

As novidades foram apresentadas pelo novo CEO em evento para convidados e lideranças, no dia 7 de março, quando a indústria abriu suas portas para receber os visitantes, que puderam conhecer as linhas de produção.

No Brasil, a empresa conta com quase 200 profissionais e tem filiais em Indaiatuba (SP), Goiânia (GO), Contagem (MG) e Recife (PE), além da matriz em Caxias do Sul (RS). A empresa é parte de uma multinacional italiana presente em 40 países.

Uma história de inovação

A Interpump Brasil nasceu a partir da aquisição da marca Takarada, que iniciou atividades em 1986 em Caxias do Sul, suprindo uma carência de equipamentos hidráulicos que havia no mercado nacional. O negócio foi efetivado em 2012. Em 2015, a Interpump adquiriu também a marca Osper, no Brasil, que é especializada em equipamentos hidráulicos para implementos agrícolas e rodoviários. Neste mesmo ano, as operações da marca Walvoil no Brasil, uma das principais produtoras mundiais de válvulas e comandos hidráulicos, também passou a fazer parte do portfólio da Interpump.

Em 2019, houve a aquisição da Osta, marca especializada no desenvolvimento de guinchos de cabo e acessórios. No ano seguinte, foram incorporadas: a marca alemã Hammelmann, especializada em bombas de água de alta e ultra alta pressão, juntamente com a marca Pratissoli, do mesmo segmento. Por conta do sucesso desse movimento, a marca italiana Reggiana Redutores, que também já fazia parte do grupo internacional, passou a compor os negócios da empresa.

A mais recente marca a entrar no portfólio foi a Transtecno, acrescentando a linha de motorredutores à divisão de redutores, juntamente com a Reggiana. Assim, por meio da união de grandes marcas, referências em qualidade, a Interpump se fortalece, conquistando mercado e a confiança dos brasileiros.

Natural de Firenze, na Toscana (Itália), e desde 2010 no Brasil, Lorenzo Atzeni vem se dedicando à direção e administração de multinacionais. Com formação na área de Economia, trabalhou para empresas na Itália e em São Paulo para uma das maiores empresas de consultorias do mundo (Big 4). Atuou também na diretoria financeira de uma multinacional no Rio de Janeiro. Em 2015, aterrissou na Serra Gaúcha: ingressou para a Interpump (antiga Takarada) e assumiu a gestão de finanças, para hoje, estar atuando como CEO.

Divulgação: Assessoria de Imprensa Interpump

About Author

Avatar photo

Formada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo - pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), especializada em Comunicação Organizacional pela Universidade de Caxias do Sul e licenciada em Letras pela UCS.

Leave A Reply