fbpx
startup gaúcha espaços de trabalho
Startup gaúcha cria plataforma para gestão de espaços corporativos
04/08/2020
Novo livro de Véra Stedile Zattera resgata um século da moda de Caxias do Sul
05/08/2020

Noite das Sopas arrecada valor para pagamento de 100 mensalidades em escolas de educação infantil

O evento do Projeto Mão Amiga ocorreu no formato drive-thru - Foto: Ângelo Mussoi

O evento realizado em 10 de julho em prol do Projeto Mão Amiga contou com a iniciativa de cinco cozinhas, que entregaram no formato drive-thru mais de 600 sopas. O resultado do evento possibilitou o pagamento de mais de 100 mensalidades de crianças matriculadas na educação infantil, principal ação do Projeto Mão Amiga.

O formato drive-thru tornou possível que as pessoas levassem para casa diferentes tipos de sopas (creme de moranga com calabresa, minestrone tradicional, capeletti com brodo, creme de queijo e creme de aipim com camarões) conforme a escolha antecipada de cada um.  A entrega ocorreu no estacionamento da Igreja dos Capuchinhos, em Caxias do Sul (RS). Essa iniciativa só foi possível pelo especial apoio da AJURIS, Supermercados Andreazza, Quanta Ideias, Postos SIM, Sicredi, Q Restaurante, Clube de Mães e comunidade da localidade da Terceira Légua e Fica Café, que providenciaram com muito zelo as sopas, a sobremesa e os acompanhamentos.

Projeto Mão Amiga

O Projeto Mão Amiga promoveu também uma live para que as pessoas pudessem desfrutar de suas sopas no conforto de suas casas, apreciando a música da dupla Paola e Gabriel. Durante a live ocorreu um sorteio de diversos brindes doados pelos apoiadores do evento. A presidente do Mão Amiga, Ana Policastro, explica que, apesar das escolas não poderem abrir neste momento, existe uma parceria onde o Projeto segue com os pagamentos de um percentual das mensalidades, de forma a auxiliar na saúde financeira das mesmas. Assim, celebra o sucesso do evento e agradece a mobilização e engajamento da comunidade caxiense em apoiar as atividades beneficentes do Mão Amiga, bem como os patrocinadores, apoiadores e voluntários, que sempre se doam para a realização deste tipo de ação. “É um período em que as famílias precisam ainda mais de nosso apoio e da solidariedade de todos”, coloca Ana.

O projeto encaminha e auxilia famílias no pagamento parcial de vagas de turno integral  em escolas particulares de educação infantil parceiras. São atendidas em média 400 crianças/ano em situação de vulnerabilidade social, de zero a quatro anos, que não conseguem vagas no ensino público. Os pais devem estar no mercado de trabalho e também pagam um percentual dessa vaga.

Marta Sfreddo
Marta Sfreddo
Formada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo - pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), especializada em Comunicação Organizacional pela Universidade de Caxias do Sul e licenciada em Letras pela UCS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *